quinta-feira, 22 de novembro de 2007

QUE AMOR É ESSE?

Vocês viram?

Onde estava todo mundo? Foram para o mesmo retiro? Caramba gente! Deu a notícia em tudo que é jornal...


O rapaz, cheio de AMOR pela garota, louco de paixão pela ex-namorada, de quem tomara um "pé", a sequestrou e a manteve refém, dentro de uma farmácia, aqui pertinho, litoral sul. Durante quase doze horas, manteve sua ex-namorada, sob mira de um "treisoitão", proferindo aos quatro cantos do planeta, que a AMAVA e não suportava a separação.


Puxa vida gente, que coisa mais romântica... que prova de AMOR mais eloqüente, não é mesmo?Temos visto e ouvido as grandes transformações que vêm ocorrendo em nossa sociedade. "Tá tudo muito doido... OBA! Tá todo mundo louco... OBA! "...acho que o Silvio Brito cantava assim, lá pelos idos dos anos 80, se lembram (nooossssaaa...)?


Hoje em dia tudo é amor... "ficar" é amor; "pegar" e fazer amor; fazer "loucuras" de amor; "dar" uma prova de amor; "bater" por amor; MATAR por amor... QUE AMOR É ESSE?


Essa palavra está perdendo seu sentido, seu valor autêntico e seu legítimo significado, vocês não acham?


Na Palavra de DEUS, a Bíblia Sagrada, no grego, língua na qual foi escrito o Novo Testamento, a palavra AMOR, tem quatro grafias distintas e significados diferentes na intensidade. “Fileo" tipo assim, amizade, afeição mútua entre as pessoas. “Stergô" para o AMOR FRATERNO, aquele entre pais e filhos, irmãos e amigos. Tem também o "Eros", aquele AMOR DE HOMEM E MULHER, sabem como é, né? Amorzão gostoso...UFA! Aquele de marido e esposa, "tá ligado, né?” E o amor chamado "Agape" ...esse é de "responsa"! O AMOR DE DEUS "...DEUS amou o mundo de TAL maneira, que deu seu Filho Unigênito," para morrer por nós..., nós que estávamos mortos em nossos delitos e pecados.


Mas voltando ao William Bonner no JN, no final da notícia da "loucura por AMOR"... "Terminou em tragédia...". Sabem, meus amorosos e pacientes amigos, a Palavra de DEUS, lá no Novo Testamento, nos dá uma "dica" do que é o AMOR legítimo, dispensado ao homem, pela graça do Criador, para que fossemos "semelhantes" à essência com que fomos criados. Tá lá no capítulo 13 da carta de Paulo aos Coríntios: "O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;"


Pois é... QUE AMOR É ESSE?


Depois de muita negociação entre os policiais e o rapaz de 23 anos, sequestrador "apaixonado", teve um surto psicótico e meteu uma bala na cabeça da "sua amada" e depois, enfiou outra em si mesmo. Final trágico e cruel destino de um "pretenso" amor.


Esse sentimento somente é possível ao homem que tem DEUS no coração, que ama sua justiça e o teme; Somente aquele que reconhece o SENHOR com toda força de sua alma, pode entender o que é AMOR. "Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha;"Olha só, galera do bem...JESUS CRISTO, quando esteve por aqui, experimentou nossa vidinha humana, deixou-nos a maior prova de amor de que se tem notícia, entregou a SUA PRÓPRIA VIDA por nós, para que a nossa vida não fosse tirada pela morte, Ele sim...estava LOUCAMENTE APAIXONADO por mim e por você. Ele também deixou-nos um recado, um novo mandamento sobre o AMOR. Olha só! "Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis." João 13:34Então, né fácil não, moçada, é um mandamento complicado esse tal de AMOR. E o cumprimento dele então... "Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo." Gálatas 5:14


E o próximo inclui a sua "sogra", seu "cunhado", seu "vizinho" corintiano (AAARRRGGHHHH!!)... viu queridão e queridona. Não adianta fazer "beicinho"...tá escrito!


QUE AMOR É O NOSSO?


Contribuição do Pr. Eldo Machado (pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Rio Verde/GO.)


Fileo: "considerar com afeição" - denota principalmente afeição de pessoas entre si, quando estão estreitamente ligadas dentro e fora da família.


Eros: amor que denota desejo. denota amor entre o homem e uma mulher. Tem a ver com desejo sensual muitas vezes pelos gregos. Vem do termo do deus grego "Eros".


Agape: amor, afeição, estima a mais sublime virtude cristã... Mútuo amor entre a divindade (Pai e Filho), de Deus e Cristo para com os homens.


Stergô: amor sem afeição natural... Menos frequente, esse termo significa amar, sentir afeição, especialmente no mútuo amor entre pais e filhos... Amor fraterno.

3 comentários:

CRIS disse...

Acompanhei na tevê este caso e realmente essa é a única pergunta que cabe: "Que amor é esse?".
E o pior é que quando paramos para analisar o tipo de amor que temos cultivado nessa vida, percebemos que também nossos amores estão fora do contexto que Deus deseja prá nós.Estamos amando o carro, o dinheiro, as roupas, as aparências e tudo o mais que pode nos levar prá um desfecho trágico e infeliz. Só Deus para nos colocar no caminho certo e nos ensinar o que é amor verdadeiro.

eliana disse...

..É realmente é preocupante como a palavra "amor" ..eu te amo...está sendo usada como um simples "oi..tudo bem?"
..Amor é um sentimento maravilhoso,quando dito no real sentido da palavra.
..Esse amor verdadeiro entre conjugues..amor a família..a natureza..ao próximo..
..Aquele amor verdadeiro em que dizemos...Jesus eu o amo por tudo que deste, e mesmo que nada tivesse continuaria a ama-lo...abraços...

Anônimo disse...

Good post and this post helped me alot in my college assignement. Say thank you you seeking your information.