sexta-feira, 7 de maio de 2010

MINHA DOCE MÃE


Durante muitos anos em que viajei quilometros e quilometros para visitar minha familia, a chegada a casa de meus pais me gerava uma enorme expectativa.

Na estrada, à medida que ia me aproximando, eu ia ficando mais e mais ansioso e sem perceber, acelerava mais para apressar aquele encontro tão esperado.

Antevia a cena na minha mente, e nela sempre surgia em destaque a doce figura da minha mãe.

Excluída as vezes em que cheguei de surpresa, todas as outras que avisei, minha mãe preparou seus segredos culinários para me esperar.

E então, enquanto a estrada parecia que ia esticando, e retardando a chegada, eu imaginava já o sabor daquelas guloseimas todas.

Ver, abraçar, apertar com a saudade todos aqueles meus queridos, era uma sensação incrível. Agora, além disso, a expectativa de saborear a Ambrosia, aquele divinal doce de ovos da minha mãe... Hum! sensacional, viu?

Ela dizia que era receita de familia, mas eu achava que era a poção do seu amor materno, e algumas gotinhas de lágrimas de saudade é que fazia toda a diferença para adoçar aquela delícia.

Os antigos davam o apelido a essa sobremesa, de "espera marido", mas por causa da distância em que acabamos vivendo separados, o doce acabou sendo chamado de "Espera filho".

Minha mãe, ficava horas e horas em frente o fogão, preparando com muito carinho aquele doce, com todo o ritual indispensável a que se propunha, para que saísse tudo conforme a receita original. Era um trabalhão danado! Ainda hoje, é o doce mais esperado e disputado lá em casa.

Hoje, me recordo com saudade dessas viagens que fiz durante muitos anos. E em todas essas lembranças, sem exceção, encontram-se duas memórias afetivas: Minha mãe, e seu famoso "Espera filho".

Assim, de maneira singela, mas impregnada de profundo amor e sincera gratidão, quero homenagear a minha mãe, no dia feito especialmente para ela.

Você mãe querida, é "o doce mais doce que o doce de batata-doce", ou melhor, que o doce Ambrosia, viu? Eu e todos os meus irmãos, noras, netos e bisnetos, te amamos. Você é o doce que nos adoçou e ainda adoça os nossos corações de filhos.

Feita a homenagem, devo registrar que minhas irmãs, e a minha esposinha, aprenderam fazer a tal especialidade com a receita da minha mãe. Logo, estou no lucro. Bom demais, né não?

FELIZ DIA DAS MÃES, minha doce MÃE!

Ah! Você sabe fazer Ambrosia, hein? Então... FELIZ DIA DAS MÃES prá você também, viu?

4 comentários:

Vivian Palazzo disse...

eh saUdade da minha doce sogra e do docê da minha sogra rsss dona Neuza AMO VC !! espero te abraça r e matar este saudade em breve FELIZ DIA DAS MÃES !!! TUDO DE BOM !!!

Leandra Rezende Feliciano Palazzo disse...

Mto linda a mensagem tio!!!
Vovó vai amar qdo ela ler!! Tenho certeza!!!
Acho q nunca comi esse doce não!!! Vou ter que cobrar dela, porque fiquei com água na boca!!! rsrsrsrs
Um bjão para o senhor e que Deus continue o inspirando com suas mensagens tão lindas!!!
Mtas saudades de vcs!!! Bjão na tia Vívian!!!
=)

David Palazzo disse...

Como nós estamos todos fofinhos, mamãe não quer mais fazer docinhos, então, estamos esperando a sua vinda, porque, com certeza, ela vai querer te agradar com muitos docinhos, e aí nós vamos poder comer umas beiradinhas... pensa na gente e vem logo vem!!!

joyce disse...

kkkkkkk, adorei o comentário do tio. Vem logo tio, alegra esse povo rs! Beijos, TExto bonito e bem escrito. Saudades