sexta-feira, 4 de junho de 2010

ME DESCULPA... FOI SEM QUERER!


E é assim mesmo que são as coisas. Dizemos o que não queremos dizer, sem que sintamos o que foi dito.

Ainda que não sentido, o dito foi dito, e estando dito, não há como recuar, acredito.

Desculpas e perdão cabem todo tempo, a qualquer tempo é bom que se diga. Não importa se quem ouve acredita, mas se dito o que não se devia ter dito, e tendo o dito feito os estragos que uma palavra maldita, é de se esperar que quem ouve não acredite.

Mesmo que seja assim, o perdão de quem causa deve ser pedido, da mesma forma que a que rompeu a aliança havia sido dita. Assim amigos vão e vem. Não é que se perca em números o que se perde é na qualidade, na história que não pode ser vivida de novo com aquele que se foi e não com a que vem agora. Sim, fica naquele que vai um pouco de tudo que foi.

Melhor é dizer menos que se costuma dizer quando não se devia dizer mesmo nada. Calar diante do que se pensa para não melindrar quem falou sem pensar.

Para que uma convivência serena não seja abalada por sombras de dúvidas, e rumores sem crédito, melhor é o silêncio do que a simples controvérsia.

* Na amizade não há espaço para o ciúme.

* Existindo o egoísmo, a amizade não perdura.

* Extinguindo a admiração o respeito logo acaba.

* Acabando a confiança, o afeto murcha; o sentimento esfria, adoece sem cura.

* É o perdão que restaura a estima.

* É o perdoar que alivia a alma.

* É o arrepender que dignifica o homem.

* É o amor que transforma na aflição o amigo em irmão.

Assim, antes que a palavra que nunca devia ser dita, seja dita, cale antes sua voz e não a diga. Pois não basta se ter razão, na amizade o que vale mais é a compaixão.

E é assim mesmo que são as coisas. Todo mundo pode errar, pois é coisa nossa; é humano. Todavia com toda certeza perdoar é coisa de Deus; é divino.

Pelo sim ou pelo não...

Me desculpa... Foi sem querer, viu!

2 comentários:

Danielle disse...

A forma como você se espreça é perfeita. Achei o texto lindo e cheio de significado e verdades.
Parabéns, um abraço.

Danielle disse...

Você se expressa de forma perfeita e, nesse texto lindo encontramos grandes verdades sobre algo essencial para o convívio entre dois seres humanos.
Parabéns e um abraço.