quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

CARTA ABERTA A UM AMIGO FORA DE SÉRIE


Puxa vida meu amigo!

Incrível mesmo tudo isso. Relendo a tua biografia, fico cada vez mais apaixonado pela tua história e pela coragem e ousadia dos teus feitos, viu?

Sabe. Depois que soube pela primeira vez, de tudo que você fez, e pelas coisas que passou, fico cada vez mais orgulhoso por privar da tua amizade. Eu na verdade, quero te confessar aqui de público, tenho uma admiração incondicional por você. É verdade mesmo!

Tua vida é muito preciosa para mim. Tenho hoje, maior orgulho de dizer que me esforcei a vida inteira, para tentar imitar você em tudo. Essa força e determinação para realizar tudo o que foi planejado para tua vida. Essa sensibilidade incrível para com os problemas das outras pessoas. Esse jeitão carinhoso e caridoso de tocar as pessoas que te procuram. Tua disponibilidade sem preconceitos para dar do teu tempo e da tua atenção. Acho tudo fantástico e é o que me inspira.

Sabe. Tento administrar minha vida em conformidade com todas essas coisas que você diz. Sim... Tento né? Vejo que estou tão distante do que o teu caráter especial estabelece como padrão. Puxa! Bota distante nisso!

Queria poder agir como você agiu com aqueles que se diziam teus amigos e na hora "H", deram 'pista', vazaram, escafederam-se. Quando a coisa tava boa, tava todo mundo do teu lado, mas quando a 'coisa' ficou preta... Teve gente que negou até que era teu amigo, lembra?
Enquanto você pagava o almoço prá todo mundo, sem distinção, tinha um montão de pessoas que se diziam amigos. Mas quando você falava aquelas coisas que incomodavam as consciências e tocava no fundo das almas. Ah! Isso já incomodava muita gente, né mesmo? Ninguém gosta de ouvir umas verdades. Talvez seja porque a gente não saiba o que seja verdade mesmo. Verdade verdadeira que você colocava, e ainda hoje coloca, diante da gente e nos confronta com nossas fraquezas.

Mas sabe. São justamente essas palavras tão sábias e ao mesmo tempo desconcertantes, que me deixa cada vez mais impressionado. E não são palavras lançadas ao vento, que são sopradas e dissipadas, que depois ninguém mais se lembra. Que nada! Tuas palavras são sempre acompanhadas dessa atitude valente, essa autodeterminação fantástica que fazem com que você seja assim tão amado por todos que te conhecem, assim como eu tenho te conhecido.

Ninguém que tenha tido contato com a tua história de vida, consegue ficar impassível, ficar ' encima do muro ', não dá não viu? Você é mesmo um amigo fora de série! Um amigo para vida toda e após essa vida. Eu queria ter sido para o meu pai, tudo o que você foi para o teu. Queria ter sido obediente e ter dele obtido o reconhecimento que o teu pai teve para contigo. Também pudera né? Você herdou todas aquelas qualidades do teu pai, né mesmo? Tal pai, tal filho!

Enfim meu querido amigo. Hoje estou mais maduro. Sou um 'cara' um pouco mais 'descolado' em função de estar tentando imitá-lo em minha vida. Não tenho qualquer mérito ou talento especial como você, mas tenho esperança de que quanto mais perto eu andar dessas tuas orientações e manter o teu padrão de excelência na minha vida, no meu dia-a-dia, vou melhorando também como pessoa.

Outro dia mesmo. Eu estava relendo tua biografia e tentava imaginar algumas daquelas coisas que você, já de antemão, dizia que iriam acontecer. E aconteceu mesmo hein? Mas hoje entendo também, que se não tivessem as coisas acontecido como aconteceram, os teus amigos, quais eu me incluo, não teriam conseguido espalhar aquelas palavras incríveis que você ensinou. Foram determinantes para que muitas outras pessoas pudessem conhecer você e serem conhecidos. Tua história nos 'contagiou' e nos 'contaminou' ao ponto de terem transformado radicalmente as nossas vidas.

Olha só meu amigo. Quero aqui, dizer sem qualquer constrangimento ou receio de ser rotulado de qualquer coisa, que eu te amo, viu? Sim, eu te amo meu amigo. E o faço porque você me amou primeiro. Aliás, e melhor dizendo: Você nos amou daquela forma tão sobrenatural, tão exacerbadamente que deu tua própria vida, para que os teus amigos tivessem vida, e vida com abundância. Isso sim é amor!

Não tenho vergonha de dizer isso aqui não. Não tenho mais medo do que me possa fazer os inimigos. Quero ter apenas condições de poder manter essa nossa amizade que já é bem antiga, né? De longa data, como se fosse desde a eternidade, né não?

Quero aproveitar e te agradecer do mais profundo do meu coração, pelo teu amor para comigo, com a minha família e irmãos. Pelo teu sacrifício espantoso, em dar a tua própria vida por nós, viu? Serei sempre muito grato pelo teu carinho. Grato pelo teu amor incrível. Grato pelas lições de vida que nos deixou impressas e impregnadas em nossas almas. Grato pela tua presença constante em meu espírito e por todo consolo que essa presença me traz. Aliás, por falar nisso... Meu espírito anseia por ver a tua volta. É claro que sempre poderemos nos encontrar antes, né mesmo: É só me chamar que eu vou!

Bem meu amigo fiel e leal. Por mim ficaria linhas e linhas, horas e horas escrevendo as coisas que saltam da minha alma, por todo bem que tua amizade tem feito em minha pequena e débil existência. Ficaria mesmo. Mas sinceramente eu espero que outras pessoas que eventualmente passem por aqui, possam ter nelas, despertadas o interesse em provar da intimidade dessa amizade tão gostosa, que os teus amigos têm contigo.

Sabe meu amigo e irmão amado. Tem muita gente precisando de ti por aqui. Todos na verdade, precisamos. Uns mais, outros mais ainda. Espero que você meu amado, mesmo estando assentado agora no teu trono de Glória, merecidamente, diga-se de passagem, inspire outros corações para que os olhos e corações se convertam para ti, pelo poder que o teu Pai, Nosso Pai, colocou no teu nome.

Hoje em teu nome, agradeço pela tua amizade JESUS. Mais, muito mais. Hoje meu amado SENHOR JESUS, te agradeço por ter escolhido a mim, como tem escolhido a todos os teus amigos, irmãos, filhos e co-herdeiros do teu Reino. Obrigado SENHOR!

Ah! Não que eu esteja com pressa não, viu? Mas se me chamar... Eu quero estar pronto para ir te ver, viu?

Um comentário:

Mario disse...

Voce falou tao bem desse nosso amigo comum.
Uma vez um colega de servico me perguntou porque eu falava tanto dele. Eu lhe perguntei: voce ja chorou de alegria?
Ele disse que nao.
É uma sensacao estranha alguem chorar de alegria, especialmente em pessoas como nós homens, machoes. Chorar está normalmente associado a fraqueza.
Na realidade faltam emocoes tao fortes que nos facam ter motivo para chorar, muito mais chorar de alegria. Mas quem conhece Jesus é diferente.
Eu disse a esse colega: eu choro de alegria quase toda semana.
A presenca desse amigo Jesus, o seu amor, a alegria que sinto e que gostaria de poder compartilhar me emocionam a ponto de chorar. Uma vez vi uma reportagem sobre um criminoso, homicida, no corredor da morte nos Estados Unidos que se converteu e pediu perdao ao irmao de sua vitima. Ele era cristao tambem e o perdoou e disse: ele é meu irmao, vamos nos encontrar no ceu. É lógico que aquele homem havia pecado e foi julgado pela justica humana e foi finalmente executado. Perguntaram-lhe se queria dizer suas últimas palavras.
Ele agarrado a uma Bíblia respondeu: Eu queria que o mundo conhecesse o amor que eu encontrei em Cristo.
Incomparável amigo encontrei, eu tambem.