domingo, 17 de agosto de 2008

"SE ARREPENDIMENTO MATASSE...."

"SE ARREPENDIMENTO MATASSE..."


Quando a gente vai se afastando cada vez mais, da nossa mocidade, a gente experimenta um sentimento contumaz, teimoso e de certa forma, recorrente em nossos dias adultos. Fica em nossa mente, uma sensação incômoda de que alguma coisa nos resultaria di ferente, caso não houvéssemos, em nossa obstinada impulsividade de jovem, escolhido um outro caminho para caminhar. Sim, por exemplo: escolhas de profissões rentáveis que se revelam desastrosas, pela ausência de alguma aptidão ou talento natural. Aqui sições de bens materiais duráveis, custosos, que não resistiram as expectativas e nem mesmo justificaram os investimentos. Amizades permanentes, que se dispersaram na inexistência da manutenção dos sentimentos ou da divergência dos interesses mútuos; dos ideais. E o que dizer das escolhas afetivas, dos relacionamentos sonhados para durarem "até que a morte os separem"? Muitos deles, não se sustentaram nem ao "até que o primeiro filho nos divida"; ou ainda, "até que um rabo-de-saia " nos espalhe".


Sabe, eu mesmo cometi uma dessas bobagens "homéricas", quando vendi minha casinha, a preço de banana-nanica na hora da "xêpa" e nunca mais pude adquirir outra sequer semelhante. Mas pelo menos nesse caso, estou construindo uma melhor no Reino de Nova Jerusalém.


"Ah! SE ARREPENDIMENTO MATASSE...!"

Essa é uma frase muito comum quando percebemos ao final de um caminho escolhido, que não era nada daquilo que planejamos. Quando já a "vaca foi pro brejo e o boi atolou até os chifres". Mas o que dizer de algo que seja determinante, como a saúde, por exemplo.

- " Ah! Se eu não tivesse mergulhado a cara no alambique e "tomado todas", não estaria aqui na fila de um transplante de fígado. E se então como no meu caso, tivesse maneirado nos docinhos, sorvetes, bolos, chocolates, refrigerantes, salgadin hos...Ah! Não estaria aguardando o sobrenatural de DEUS, para me restituir a visão, tomada por uma diabetes do capeta.


- "Puxa vida! E agora que fazer? Abortar"?

- " Porque fui roubar aquela bicicleta do meu vizinho? Agora estou cumprindo pena em uma cadeia "chapada" de bandidos".

- "Por que me deixei encantar pelos olhares daquele homem, sendo eu casada e amada pelo meu esposo. Meu casamento acabou"!

- "Meu DEUS! Por que tive que apertar o gatilho daquela arma".

- "Por que fui votar naquele político mensaleiro? Hein?"!

É... Se a gente soubesse o final, o resultado das nossas escolhas, talvez, sim, talvez a gente escolhesse o outro caminho; fizesse de outra forma. O que nos impede de fazermos as escolhas certas então. Caramba! Por que não fiz de outro jeito?

Olha só, bonitinha. Outra vez esse assunto por aqui né!? Pois é, parece que não adiantou muito todas aquelas recomendações né não!? -

- "Ah! Bem que me disseram para não ir. Para não voltar. Para não fazer. Para não comprar... " Já era meu"! AH! SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
(Aqui uma pequena explicação cristã , sobre a diferença de ARREPENDIMENTO e o REMORSO. REMORSO é um Atormentador senso de culpa por mal ou crime praticado, diferente do ARREPENDIMENTO, que é tristeza pelo erro cometido acompanhada da decisão de abandoná-lo). Sendo você cristão ou não, saiba que o ARREPENDIMENTO, não mata, ao contrário, PODE É TE DAR VIDA. Sim, aqui estou falando sobre uma escolha errada, que ao final leva a morte, mas em existindo ARREPENDIMENTO, no sentido bíblico, você tem vida - vida a bundante e para sempre.

- "Mas ora bolas, me arrepender de que? Eu não cometi pecado algum para ter que me arrepender!"


Tá legal! Então não se preocupe com nada "ô santão", isso aqui não é prá você - Desencana! "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça". (1 João 1:8-9) "Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento".(Lc. 15:7)


Bom, mas ainda dá tempo viu loiríssima. Quem diz isso é a Palavra de DEUS: "E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho".(Mc. 1:15) ARREPENDIMENTO NÃO MATA, mas tem que acontecer antes"que a vaca vá pro brejo", e você junto. Se liga aí "ô santinha"! E como disse antes, apesar do assunto ser recorrente aqui,não é com intenção de polemizar ou contender com você, meu camarada. Eu não posso é deixar de falar da experiência que primeiro, aconteceu em mim. E como escrito: " ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade",(2Tm. 2:24-25)


Amo você também viu garotinho!? Hã? Ah tá...Você também, garotinha. E é para exortação e não repreensão, que escrevo essas coisinhas. Afinal de contas, eu já estive aí, no começo desse caminho, dessa escolha. Então como é que é? Matusalém é o senhor seu véio pai, viu?! Beijão fofas e fofos.

Um comentário:

joyce disse...

escutando seus conselhos...tio fofo